Translate

segunda-feira, 18 de junho de 2018

CURAR DOENÇA É SOLTAR A CRENÇA EM DOENÇA!






A chamada “doença” não existe! Não passa de uma aceitação errônea coletiva que, de tanto ser defendida, endossada e repetida, torna-se uma aparente “realidade ilusória”, a exemplo de uma “sugestão hipnótica”. 

A encenação da “mente carnal” se mostra convincente, a ponto de a Verdade, ao ser revelada a alguém ILUDIDO pela “crença em doença”, fazer com que ele RELUTE em ACREDITAR SER PERMANENTEMENTE PERFEITO!

O que “mantém” a ILUSÃO de que “A DOENÇA EXISTE” é uma CRENÇA - PENSAMENTO ILUSÓRIO DE SER UM CORPO CARNAL, e nada mais! 

Portanto, “LIVRAR-SE DA DOENÇA” NÃO É CURÁ-LA, MAS SIM “SOLTÁ-LA DA MENTE”, DA MESMA FORMA COM QUE ALGUÉM, FELIZ POR TER ACHADO UMA NOTA DE CEM REAIS NA CALÇADA, AO SER INFORMADO DE SER ELA “NOTA FALSA DE PROPAGANDA”, SOLTA-A NA HORA E ALI MESMO, NA MESMA CALÇADA!

DEUS É TUDO,  DEUS É LUZ E SOMOS UM COM ELE! 

Esta Verdade, reconhecida, revela que “doença é crença falsa”; assim, aquele que TROCAR A CRENÇA FALSA PELA VERDADE, provará que “doença”, como “treva’”, é meramente FALTA DE RECONHECIMENTO DO “CORPO PLENO DE LUZ”!










Gratidão ao meu amigo Dárcio

domingo, 17 de junho de 2018

COMO ENCONTREI A SAÚDE





Eu fiz o que me parece uma descoberta: estava terrivelmente doente; padecia todos os males da mente e do corpo que alguém possa suportar. 


Os remédios e os médicos deixaram de me dar qualquer alívio e eu estava desesperada quando descobri o Cristianismo prático. Adotei-o e fiquei curada. Eu mesma operei a maior parte de minha cura, porque queria compreender o processo para utilização futura. 

Eis como eu o fiz, o que chamo de minha descoberta:

Estava meditando sobre a vida. A vida está em toda parte – no verme e no homem. – “Então, porque é que a vida que está no verme não lhe faz um corpo como o do homem?” – perguntei. 

Em seguida, pensei: – O verme não tem tanto entendimento quanto o homem. 

”Ah! A inteligência, tanto quanto a vida, é necessária para fazer um corpo". Aqui está a chave da minha descoberta. A vida tem que ser guiada pela inteligência para que todas as formas sejam feitas. A mesma lei opera em meu próprio corpo. 

A vida é simplesmente uma forma de energia, e tem que ser guiada e dirigida no corpo do homem por uma inteligência. Como é que nós transmitimos a inteligência? Pelo pensamento e pela palavra, naturalmente. 

Então percebi subitamente que eu poderia falar à vida, em todas as partes de meu corpo, levando-a a fazer justamente o que eu quisesse. Comecei a ensinar o meu corpo e obtive maravilhosos resultados.

Disse à Vida que existe em meu fígado, que ela não era entorpecida ou inerte, mas cheia de vigor e energia. 

Em seguida, disse à vida de meu estômago, que ela não era fraca ou ineficiente, mas enérgica, forte e inteligente. 

Disse à Vida de meu abdômen, que ela não estava mais infestada de ideias ignaras de doença, que eu mesma lhe impus, e os “entendidos” também, mas que estava vibrante com a doce, pura e sã energia de Deus. 

Disse aos meus membros que eles eram ativos e fortes. 

Disse também aos meus olhos que eles não viam por si mesmos, mas manifestavam a visão do Espírito e eles estavam se abastecendo de uma fonte inexaurível.

Disse-lhes que eram olhos jovens, olhos claros e brilhantes, porque a luz de Deus brilhava diretamente através deles. 

Declarei ao meu coração que o puro amor fluía para dentro e para fora dele, através de suas batidas, e que o mundo inteiro sentia as suas alegres pulsações.

Dirigi-me a todos os centros de vida em meu corpo e dirigi-lhes palavras da Verdade – palavras de força e de poder. Pedi-lhe perdão pelo procedimento tolo e ignorante que havia adotado no passado, quando eu os condenara e os chamara de fracos, ineficientes e doentes. Não me senti desencorajada por sua lerdeza em despertar, mas perseverei, da mesma forma, silenciosamente e em voz alta, afirmando as palavras da Verdade, até que os órgãos reagiram. E tampouco me esqueci de lhes dizer que eles eram Espírito livre e sem limites. 

Disse-lhes que eles não estavam mais prisioneiros da mente carnal; que eles não eram carne corruptível, mas centros de vida e de energia onipresentes.

Em seguida, dirigi-me ao Pai, para pedir-Lhe perdão por ter tomado a Sua vida, em meu corpo, e tê-la aí utilizado de maneira tão mesquinha. 

Prometi-lhe que nunca, nunca mais haveria de retardar o livre fluxo daquela vida através de minha mente e de meu corpo, por qualquer palavra ou pensamento falsos; que eu haveria sempre de abençoá-la e encorajá-la com pensamentos e palavras da verdade, em seu sábio trabalho de construção do templo do meu corpo; que eu empregaria toda diligência e sabedoria para dizer-lhe o que desejaria que ele fizesse.

Verifiquei também que estava empregando a vida do Pai para pensar pensamentos e proferir palavras, e tornei-me então muito cuidadosa a respeito do que pensava e dizia.

Não admiti que quaisquer pensamentos de preocupação e de ansiedade penetrassem em minha mente, e deixei de dar curso a mexericos, bem como a palavras frívolas, petulantes ou irritadas. 

De hora em hora, proferia uma breve oração, que me ajudasse a pensar e falar apenas palavras bondosas, amorosas e verdadeiras. 

Quero que conheçam esta lei bela e verdadeira e que a empreguem. Não se trata de uma nova descoberta, mas quando a usar e colher os frutos da saúde e da harmonia, ela lhe parecerá nova e você sentirá que ela é sua própria descoberta.






Mirtle Fillmore


sábado, 16 de junho de 2018

ESTUDANDO JESUS - 8








    "PORQUE MUITOS VIRÃO EM MEU NOME.. " 



O desinteresse que a raça humana veio demonstrando pelas revelações espirituais, aliado aos "oportunistas de plantão", fizeram com que esta "profecia" de Jesus fosse cumprida em proporções gigantescas, como podemos notar hoje em dia. 

Nunca se viu tanta gente nem tanta denominação falando "em nome de Jesus". 

Se as pessoas estudassem a Bíblia sozinhas, com o coração aberto ao discernimento dado pelo Espírito Santo, presente nelas, deixariam de ser ludibriadas pelos "falsos cristos e falsos profetas" citados por Jesus (Mateus 24:24). 

A raça humana foi saturada pela "crença em pecado e pecador", em nome do ensinamento de Cristo. Porém, exatamente o oposto é a verdade de seu ensinamento! 

"Sois a luz do mundo"; 

"sois o sal da terra". 

"sois deuses"! 

Após terem lotado o subconsciente das pessoas com idéias de pecado, culpa e sentimentos de autopunição, os "falsos cristos e falsos profetas" apareceram para "redimi-las". 

Em toda parte ouve-se falar em "correntes e mais correntes de libertação". Uma enganação sem limites! 

Em Mateus, 24: 15,28, vejamos o que disse Jesus: 

"Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo; então, os que estiverem na Judéia fujam para os montes; e quem estiver sobre o telhado não desça a tirar alguma coisa de sua casa; e quem estiver no campo não volte atrás a buscar seus vestidos. Mas ai das grávidas e das que amamentarem naqueles dias! E orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno nem no sábado, porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, tampouco haverá jamais. E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos, serão abreviados aqueles dias. Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui ou ali, não lhes deis crédito. Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. Eis que eu vo-lo tenho predito. Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais; ou: Eis que ele está no interior da casa, não acrediteis. Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até o ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem. Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão as águias." 


Há alguns anos, uma pessoa me ligou dizendo que um "mestre", de São Paulo, havia dito a todos os seus alunos que eles deveriam abandonar o trabalho e se preparar para ir a Brasília, pois Jesus Cristo viria buscá-los numa nave. Após pedir minha opinião, eu respondi: "Eu acho que deveriam continuar trabalhando!" Mas, soube que muitos realmente acabaram indo a Brasília.".. 

A "vinda de Cristo" não é física! O Cristo está conosco desde o princípio! 

Quando renunciarmos ao humano, "crucificando o ego" e abrindo-nos à ação do Espírito Santo em nós, teremos o "discernimento" de Paulo: "Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou e se entregou a si mesmo por mim." (Gálatas 2: 20). 

Eis porque Jesus disse: "Se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais, ou: Eis que ele está no interior da casa, não acrediteis". Estava nos "imunizando" contra os "falsos profetas". 

"Assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até o ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem." 

Que significam estas palavras? 
Quando a pessoa "renascer", anular o ego, transcender a crença na matéria, verá, EM SI MESMA, o Cristo! Não somente nela! Mas em unidade com a Onipresença iluminada! "Do oriente ao ocidente"! 

Jesus fala da Experiência interna em Deus, do "despertar da alma" para a Essência eterna e absoluta! 










Gratidão ao meu Amigo Dárcio


sexta-feira, 15 de junho de 2018

O Segredo Da Prática Da Verdade





“Olhai para MIM, e sereis salvos”, disse Isaías. 

A humanidade se habituou a “olhar para fora”, sem perceber que, desse modo, o suposto “visto” é sempre inteiramente “filtrado” pela CRENÇA MATERIAL. 

Assim, NADA É VISTO COMO DE FATO É, OU SEJA, COMO PERFEIÇÃO ABSOLUTA. 

Esta “interpretação distorcida”, assim “vista”, é aceita e entendida como realmente existente “lá fora”, levando a maioria à ILUSÃO de querer APERFEIÇOÁ-LA. Tal atitude se equipara a alguém que, estando com óculos escuros, em dia ensolarado, acredite estar o dia realmente nublado. 

“Olhai para Mim”, dito por Isaías, ou “Vinde a Mim”, dito por Krishna, Buda ou Jesus, são frases que objetivam fazer com que “tiremos a atenção das aparências”, ou das “imagens filtradas”, para RECONHECERMOS, EM NÓS MESMOS, O REINO DE DEUS! 

Esta instrução, portanto, é de capital importância, e só não é encarada assim, por estar a humanidade submissa a um forte “hipnotismo de massa”. 

Este “MIM”, desse modo salientado, é a PRESENÇA DO ABSOLUTO sendo o Cristo PERFEITO que somos! Mas, se olharmos o Universo pelo referencial destas imagens filtradas , errôneas e ilusórias, veremos somente a ILUSÃO! 

No Evangelho de Tomé, assim disse Jesus: “Há muitos rodeando a cisterna; não há nenhum na cisterna”. Constatava uma humanidade sem “VIR A MIM”, ficando somente se iludindo com o “mundo”, e com suas igrejas, religiões e denominações, que a todos julgam “pela carne”, ou “pelas aparências”! 

Jesus explicava que “estar na cisterna” seria estarmos conscientemente imersos na “Água Viva” da Verdade absoluta, isto é, seria “estarmos em MIM” ou seja, nos percebermos  na ONIPRESENÇA SEMPRE NO AQUI E AGORA  ! 

De nada adiantará alguém explicar que TODAS AS IMAGENS, VISTAS PELA MENTE HUMANA. SÃO MERAS “MIRAGENS” OU QUADROS HIPNÓTICOS, SE A INFORMAÇÃO NÃO FOR ACEITA MENTALMENTE E DISCERNIDA ESPIRITUALMENTE! 

A informação é verdadeira, mas REQUER ADMISSÃO RADICAL E VIVÊNCIA INTERIOR. 

Jesus disse à samaritana: “Quem crê em MIM, rios de água viva correrão do seu ventre”! 

Se esta ÁGUA VIVA não é notada, significa que a pessoa acredita na “aparência”, em “eu nascido”, em “água morta”! 

“Estar na cisterna” significa estar no “Oceano da Substância Divina”, sendo o Oceano e sendo a Gota. 

“Quem tem o Filho tem o Pai”, porquanto Pai e Filho são um! 

Na analogia da lousa, entendemos que UM QUADRADO traçado na lousa é tanto a figura como é a lousa! 

Se, por exemplo, recortássemos o quadrado e o removêssemos da lousa, a UNIDADE seria perdida, pois, teríamos a “lousa incompleta”, pela falta dele, e teríamos um “quadrado” separado da lousa! 

A UNIDADE QUE SOMOS, EM DEUS, NÃO PERMITE TAL SEPARAÇÃO! SE ELA FOSSE POSSÍVEL, DEUS, O TODO, FICARIA INCOMPLETO! NÃO SERIA O TODO! 

Esta é a LETRA DA VERDADE que faz com que façamos as “contemplações” a partir da Verdade CONSUMADA! 

“Quem me vê a MIM, vê o PAI!” – esta Verdade deve ser aceita com todas as letras, e entendida como EVIDENCIADA AGORA! 

Se há dois mil anos, Jesus nos estava vendo UM COM DEUS E UM COM ELE, é porque ASSIM SEMPRE ESTIVEMOS, ESTAMOS E ESTAREMOS! 

JOÃO PERCEBEU ESTA MESMA VERDADE, REVELANDO-A COMO “O QUE ERA DESDE O PRINCÍPIO”! OU NOS ABRIMOS AO FATO ESPIRITUAL ETERNAMENTE PRESENTE, OU, APARENTEMENTE, VIVEREMOS COMO “MORTAIS IRREAIS” DE UM MUNDO HIPNÓTICO, CHAMADO DE “MUNDO DO PAI DA MENTIRA” POR JESUS! 

Seria profundamente lamentável ficarmos só lendo as revelações sobre QUEM SOMOS, e sobre ONDE ESTAMOS, continuando no “referencial da mentira” e acreditando em “mundo material de mortais”! 

ESTA ILUSÃO PRECISA SER RECHAÇADA, DE MODO QUE NOS VEJAMOS COMO JESUS E JOÃO SE VIRAM, E, PRINCIPALMENTE, COMO AMBOS NOS VIRAM! NÃO TEM O MENOR CABIMENTO POSTERGARMOS ESTA “VISÃO CORRETA” POR DARMOS CRÉDITO À “MENTE CARNAL”! 

Há um Poder ÚNICO, divino, mantendo o Universo de Luz em Sua eterna perfeição. 

Quando meditamos e nos volvemos “a MIM”, devemos fazê-lo de modo radical e absoluto, sem deixarmos de RECONHECER esta Onipotência onipresente e oniativa! Estaremos nos vendo FORA do “hipnotismo de massa”, contemplando o CRISTO que sempre estivemos sendo, na UNIDADE PERFEITA! 

A ONIPOTÊNCIA É! NADA MAIS É! NADA MAIS É PRESENÇA! NADA HÁ, “AO LADO DE MIM”! 












Gratidão ao meu amigo Dárcio

quinta-feira, 14 de junho de 2018

“O Visto Procede do Não Visto”



“O que se vê procede do que não se vê”

Hebreus 11:3




Algo comum de ocorrer, após meditarmos e ficarmos tranquilos e na Paz do Cristo, é subitamente nos percebermos diante de algum cenário de confusão. 

Quando for esse o caso, em vez de se sobressaltar ou se enervar, ficando na “frequência do mundo” sugerida pela “mente carnal”, ordene energicamente a esta mente: “Aquieta-te, Eu sou Deus!”

“A mente tranquila resolve os seus problemas”, ensina o Dr. Joseph Murphy. 

O suposto “mundo de aparências”, mesmo se mostrando conturbado, em nada afeta a Harmonia Divina Onipresente! 

Em vista disso, DEIXE SUA FREQUÊNCIA MENTAL EM SINTONIA COM A PERFEIÇÃO. 

A Prática da Verdade deve ser exercitada também no mundo, e não apenas ser lembrada em horários de meditação!

“O que se vê procede do que não se vê”, disse Paulo. Isto significa que, com os sentidos mortais, NEM A ONIAÇÃO DIVINA É VISTA NEM AS “IMAGENS HIPNÓTICAS”, QUE SE PROJETAM COMO “APARÊNCIAS”, SÃO VISTAS, ATÉ QUE SE TORNEM VISÍVEIS.

A Metafísica é Ciência divina, e não religião. Deve ser empregada cientificamente, frente às “aparências” com que nos defrontamos! 

Ao explicar que “O que se vê procede do que não se vê”, Paulo revela ser tolice nos preocuparmos com o “VISTO”, quando deveríamos nos OCUPAR COM O “NÃO VISTO”, reconhecendo-o não como “CRENÇAS ERRÔNEAS COLETIVAS”, mas sim como A PERFEITA ONIAÇÃO DIVINA”. 

É desse modo que, aparentemente, o suposto MUNDO VISÍVEL pode ser por nós controlado e resolvido.

Quando nos recusamos a DAR CRÉDITO às “aparências indesejáveis VISTAS”, para nos voltarmos com toda atenção à ONIAÇÃO NÃO VISTA, a “matriz mental com dois poderes” é inativada, e o PODER ÚNICO, reconhecido, se desdobrará e assim se mostrará sendo VISTO!

Esta é a importância de se saber que “O VISTO PROCEDE DO NÃO VISTO”!











Gratidão ao meu amigo Dárcio

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Calando Para Que Deus Lhe Possa Falar!




Quando Alguém me pergunta se Metafísica Absoluta é religião, respondo que não, que é Ciência Espiritual. 

Religião vem de “religare”, a intenção de se unir o homem a Deus. Entretanto, a Verdade é que DEUS É TUDO, razão pela qual a Metafísica Absoluta unicamente expõe AQUILO QUE JÁ É, para que haja imediata e direta aceitação, reconhecimento, contemplação e vivência desta Verdade: DEUS É, EU SOU!

Huberto Rhoden assim disse: “Muitos sabem falar de Deus. Alguns até sabem falar com Deus. Mas quase ninguém sabe calar perante Deus, para que Deus lhe possa falar”. 

A Vontade de Deus já está consumada, e caberá, a cada um, “orar e vigiar” para se afinar com Deus e Sua Vontade, para viver sob a Graça e sob Sua Sabedoria infinita.

O que Rhoden quis salientar, é a IMPORTÂNCIA DA PRÁTICA DO SILÊNCIO, quando alguém, calado, se coloca como espectador e ouvinte direto da Revelação de Deus nele próprio. 

As mensagens revelam que DEUS É TUDO, e que o suposto “ser humano”, em silêncio, é uma falsa identidade ali se submetendo à Oniação divina, para sumir em sua humanidade, enquanto é testificado em sua permanente cristicidade.

As mensagens absolutas buscam motivar o abandono consciente do hábito de somente “alguém falar de Deus” ou “falar com Deus”, para realmente SE COLOCAR OUVINDO DEUS E SE PERCEBER SENDO DEUS! Isto requer abertura e receptividade internas máximas, pois a suposta “mente humana” assim será trocada pela aceitação de que TEMOS A MENTE DE CRISTO. É desse modo que DEUS NOS FALA E SE REVELA!

Deus habita em todos nós como o CRISTO que somos! Mas enquanto só ficarmos falando de Deus ou falando com Deus, a ilusória “mente humana” estará sendo empregada e se fazendo passar por nós!

Paulo deixou bem claro: “Nós temos a Mente de Cristo” (I cor. 2: 16). Significa que esta Mente iluminada JÁ EXISTE em todos nós, apenas aparentando ser ausente, por nos ocuparmos em demasia com a suposta “mente em ilusão”!

Entre na “Prática do Silêncio” já partindo desta aceitação: “MINHA MENTE É A MENTE DE CRISTO!”. 

Em seguida, aceite que esta Mente é a própria Mente do Pai infinito! 

Serenamente, abra-se totalmente à PERCEPÇÃO DO QUE “DEUS FAZ”, em unidade com você!

Grave bem: “contemplações silenciosas”, desse tipo, valem bem mais do que mil leituras! Dedique-se a elas!








GRATIDÃO AO MEU AMIGO DÁRCIO

terça-feira, 12 de junho de 2018

Não Confunda Deus Com A Ilusão!



O “estado hipnótico” com que a “mente carnal” ilude a humanidade, fazendo-a acreditar existir “fora da Onipresença divina”, é comparável às “trevas” que parecem ser presenças onde a Luz eterna resplandece! Algo IRREAL, que apenas APARENTA ser REAL, é o que a Metafísica Absoluta chama de ILUSÃO.

DEUS É TUDO, e seja o que for, aparentando existir SEM QUE SEJA DEUS, é ILUSÃO! 

Por isso, o sentido verdadeiro desta palavra precisa ser bem conhecido, para que O IRREAL não seja compreendido como “ALGO PRESENTE”, QUE NÃO SEJA DEUS”.

A “ilusão” é a ADMISSÃO de “algo ou alguém” que NÃO SEJA DEUS, enquanto o “conhecimento da Verdade” é a ADMISSÃO DE QUE DEUS É TUDO!

Por que a Metafísica diz que a humanidade VIVENCIA UMA “ILUSÃO DE MASSA”? 
Porque CONFUNDE DEUS COM A ILUSÃO! VIVE EM DEUS, E CRÊ VIVER NA ILUSÃO; VIVE NA LUZ, E CRÊ VIVER NAS TREVAS, OU SEJA, VIVE NA PERFEIÇÃO, E CRÊ VIVER EM “APARÊNCIAS IMPERFEITAS”!

Se perguntarmos a alguém: “Você é Deus vivendo em Deus?”, só responderá que “sim” se conhecer a Verdade, como foi o caso de Paulo: “Em Deus vivemos, nos movemos e existimos”. 

NÃO CONFUNDIA DEUS COM A ILUSÃO! VIA A LUZ DIVINA ONDE A ILUSÃO PARECIA ESTAR PRESENTE COMO TREVAS! É ESTE SÓLIDO CONHECIMENTO QUE É A VERDADE LIBERTADORA!

“O Reino de Deus está próximo”, disse Jesus! 

TÃO PRÓXIMO, QUE ESTÁ AQUI ONDE ESTAMOS! 

Porém, sob o “efeito hipnótico”, a humanidade CONFUNDE O REINO COM UM IRREAL “MUNDO MATERIAL”!

Em João 1: 3-5, podemos ler: “Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele (O VERBO), nada do que foi feito se fez. Nele estava a VIDA, e A VIDA era a LUZ DOS HOMENS. E A LUZ RESPLANDECE NAS TREVAS E AS TREVAS NÃO A COMPREENDERAM”.

A ILUSÃO é IRREALIDADE, banhada pela onipresente LUZ DIVINA, que ILUMINA TODA A REALIDADE!

“EU SOU a RESSURREIÇÃO e a VIDA”,disse Jesus. 

“VIDA REAL” E “CRISTO” SÃO SINÔNIMOS, significando que “ressurgimos da MENTIRA para a VERDADE!

DEUS É A VIDA ILUMINADA ÚNICA, E QUANDO A RECONHECEMOS COMO “NOSSA VIDA ETERNA”, 

POR MEIO DA“MENTE DE CRISTO”, PERCEBEMOS O REAL COMO REAL, E A ILUSÃO COMO “NADA”!















GRATIDÃO AO MEU AMIGO DÁRCIO